Meio ambiente: um problema real

Meio ambiente não é minha bandeira. Minhas prioridades políticas são questões ligadas à comunicação, educação e relações internacionais. O problema não é esse, pois é normal que cada um tenha suas prioridades. O problema é que meio ambiente não é prioridade pra ninguém nessa eleição, nem para os partidos ambientalistas.

Não está claro o que eles estão propondo para evitar catástrofes que estão se avizinhando. A questão da água em SP, que parece ter a ver até com devastação na Amazônia, não está sendo tratada com seriedade. Não é minha praia, mas é meu ambiente. E isso me preocupa. Marina ainda não explicou como vamos crescer de modo sustentável.

Enquanto isso, mesmo compreendendo a complexidade da situação, decidi fazer minha modesta parte. Descobri que é exagero dar a descarga toda vez que a gente vai ao banheiro. Uma ou duas vezes por dia é mais que suficiente. Tomar banho todo dia é muito gostoso, mas acho que pular uma vez ou outra quando a gente não esteve em lugares muito poluídos pode ser bom também.

Não é todo copo que precisa ser lavado com sabão; basta passar uma água e pronto. Fiz as pazes com minha máquina de lavar que não usa muita água, e que havia pensado em trocar. Nem peguei o carro que meu irmão deixou na Paulistânia. Ônibus/táxi/caminhar dá super conta numa cidade como São Paulo.

Acha pouco? Pois é pouco. É pouquíssimo. O consumismo, o vício em petróleo, a falta de pressão por regulamentação ambiental são gravíssimos. O ISIS vive do petróleo que você bebe. Essa seca não foi normal, além de pessimamente administrada. Mas resolvi manerar na minha parte, no meu consumo individual.

Não que vá fazer diferença, mas pode virar um hábito, uma postura, algo que vá além de umas poucas descargas economizadas. Pode virar um movimento que, com todo respeito ao PV e à Rede, eu ainda não vi.

Anúncios

Uma resposta em “Meio ambiente: um problema real

  1. Fechar a torneira enquanto se ensaboa. Comecei a fazer isso em alguma viagem para o Colorado ou para Israel. Né Colorado é indispensável: a água é muito dura, o sabão não para na pele se a água está correndo. Agora S Paulo tem menos água do que o Colorado ou Israel, melhor fazer sempre por via das dúvidas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s