Um conflito interno: não atice

Eu gostaria de escrever um artigo mais longo sobre a situação em Israel, mas estou realmente sem tempo. Então escrevo apenas um outline.

1. Muitos atores que insuflam o conflito entre israelenses e palestinos estão ocupados com outros assuntos, o que é uma grande oportunidade para esses dois países.

2. As duas sociedades cresceram em torno deste conflito, e mesmo que ele tenha perdido o significado geopolítico, é dificíl acostumar-se com a idéia de existir sem ele.

3. Os crimes e agressões das últimas semanas são expressões internas das duas sociedades, e existe a possibilidade de que essas sociedades reconheçam isso.

4. Os novos meios de comunicação dão ferramentas para o cidadão comum dos dois países que podem ser usadas para atiçar a violência ou buscar o diálogo.

5. Manter o império da lei é fundamental nesse momento, responsabilidade que recai em larga medida sobre a justiça e as forças de segurança israelense.

6. Os amigos de Israel apóiam as medidas do governo israelense que buscam a justiça e as iniciativas da sociedade israelense de buscar o diálogo e a coexistência com o povo palestino.

7. Não agem no melhor interesse do povo israelense os que divulgam notícias sensacionalistas, espalham preconceitos e justificam o uso indiscriminado da força.

8. O caráter interno desse conflito pode servir, se pensarmos com otimismo, como um estímulo para a sociedade israelense em sua busca, cuja persistência as pesquisas indicam, por uma resolução do conflito com seus vizinhos palestinos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s