Hospital Israelita Albert Einstein

Hoje o Einstein apareceu no horário nobre da TV. Não foi para falar de alguma celebridade internada, nem de algum tratamento inovador. Foi para colocar esse grande hospital como responsável pelos problemas da saúde paulistana. Achei isso triste e espero que o candidato que fez isso tenha o resultado eleitoral que merece.

O Einstein – estou escrevendo o post rapidamente, peço que chequem os dados correntes – emprega mais de 6 mil pessoas. Os números de atendimentos são gigantescos: é gente vinda de todo o país e do exterior para se tratar lá, gerando benefícios para São Paulo.

O Einstein treina. O Einstein impõe padrões para o resto da saúde brasileira. O Einstein atende comunidades carentes e colabora com o sistema de saúde pública. O Einstein recebe doações da comunidade judaica para continuar expandindo serviços.

Sendo um hospital particular, o Einstein cobra, mas eu nunca me senti roubada lá. Sempre senti que tive de volta, em tratamento e atenção, cada centavo pago aos médicos e ao seguro, que cobre as hospitalizações.

Tem gente que vê na riqueza do povo paulistano as soluções para os nossos problemas. Tem gente que vê nos problemas do povo paulistano um modo de se instalar no poder.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s