Programa eleitoral gratuito

É ridícula essa coisa de programa eleitoral, acaba gerando mil distorções partidárias, coligações espúrias, mas a coisa taí, a gente mais ou menos vê então vou dar meu palpite.

O programa do Haddad está um espetáculo. Mostrou a pessoa sem muuuita demagogia, só com um pouco de ênfase a mais nos grandes esforços que ele fez para passar no vestibular, quando a gente sabe que aluno do Bandeirantes que passou no segundo ano já tava com a vida ganha, o próximo desafio intelectual era a qualificação do doutorado. Mas tudo bem.

O trabalho duro na 25 também talvez seja exagerado, mas sabe o quê? Se ele se orgulha desse trabalho é ponto para ele, está criando um elo com o eleitor ambicioso, o paulistano empreendedor, sem aquela coisa de “vou dar, vou resolver” que irrita o paulista desde o tempo do Borba Gato.

Não vou votar, mas amei. Espero que a periferia vote nele e não no bandido do Russomanno, e aí no segundo turno qualquer resultado será razoável para São Paulo.

A questão que fica é um pouco ideológica. Então o único programa bom criado pelo PT nessa longa década é o ProUni, que nos Estados Unidos seria chamado de vouchers, execrado pela esquerda e apoioado pela direita? Eu particularmente acho um programa muito bom, mudou o cotidiano das salas de aulas, mas é um programa liberal (no sentido brasileiro), conservador (no sentido americano).

Vou votar na Soninha, mais de pirraça que por convicção, se bem que ela me dá uma boa impressão. Meu ginecologista já viu ela aprontando poucas e boas no Canto Madalena, o que pra mim dá pontos positivos.

Sobre o Serra, não há o que dizer. As realizações está aí, como governador, como ministro, o que não se explica é por que cargas d’água ele está se candidatando a prefeito, isso é um mistério. Ele sabe fazer, o Estado de São Paulo é o que é em grande parte porque o PSDB não nos atrapalhou. Até agora.

Anúncios

4 respostas em “Programa eleitoral gratuito

  1. Desde 2002 o Lula faz campanha à direita do Serra. Nesse sentido a campanha do Haddad não inova. O que é novidade é mencionar a 25 de Março, o paulistano empreendedor que o PT tradicional detesta mas vai ter que aceitar.

    O Serra é candidato do Psdb só por causa de name recognition. Culpa do sistema e da apatia do eleitorado. Também por ambição dele, mas isso é a parte menor da explicação.

    Vamos fazer o seguinte: ler as teses de doutorado do Haddad, Serra, e Chalita (mais alguém doutor?), e votar em quem tiver escrito a melhor. Pensando bem, até programa eleitoral é menos chato.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s