Post trip

Não é bem um post; é só uma questão. O que eu faço agora com essa viagem? O que faço com o que vi, o que aprendi? Foi tanta coisa, tanta gente. “Israel”. As pessoas têm tantas imagens sobre o país, e tão disparatadas, não sei onde cabe minha experiência real: as conversas, as gentes, os ônibus, as línguas.

Era melhor dizer que fui para a Tanzânia. E dizer, olhe, na Tanzânia é assim, e assado, e comem desse jeito, e namoram desse outro. Pois quem é que vai julgar a Tanzânia, e me dizer que a Tanzânia não deveria existir, que os tanzanenses precisavam ter construído a Tanzânia a qualquer custo? Iam aceitar o que eu dissesse como se fosse a verdade de alguém que foi para a Tanzânia e tirou algumas fotos.

Mas não fui à Tanzânia. E minhas fotos estão no Flickr. Quero manter na memória aquela experiência, daquele país que eu vi.

Anúncios

3 respostas em “Post trip

  1. Eu não sei.

    Só posso te sugerir que parta do princípio de que Israel é uma experiência sua e não um “objeto” para o qual deva-se construir argumentos e justificação. Você disse em algum momento que era bom estar “entre os seus”. Gostei daquilo. Talvez você possa começar por aí, por essa familiaridade entre estranhos? Enfim o que podemos fazer é tentar compreender…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s