Haifa, dia 25

Acordei em Haifa, café da manhã com o amigo israelense do meu irmão, de frente para o mar, falando de economia. Sabe aquela sensação de falar com irmão mais velho, você sempre se vê com 6 anos de idade e ele já tem 10! É um gênio! Pois é, amigo israelense do irmão mais velho é como se fosse conversar com o irmão mais velho do irmão mais velho. Você até sabe o que dizer, você estudou, tem títulos, escreve artigos que são aprovados por revistas. Mas olha para ele e pensa: não vou dizer nada, vai ser pior, let him win.

Depois passeio em Haifa, colônia alemã, muito bacana, muito única, uns malucos que vieram para cá na metade do século XIX, e ajudaram a desenvolver a cidade. Vejam na internet, a história é bem interessante. Não sobrou ninguém pois nos anos 30 a galera se encantou com o nazismo e os ingleses não gostaram muito. É a vida. Do lado, o bairro árabe, bacana, especiarias, grãos, lojas, mercados, tirei algumas fotos. Um calor de rachar. Achei que ia passar mal como no outro dia. Melhor parte: o museu da cidade. Ar condicionado gelado. Não só isso: Haifa otomana. Que interessante! Fotos, cartões postais, o começo do desenvolvimento da cidade, com a estrada de ferro para Damasco (ou Beirute, não me lembro), que foi atraindo as pessoas. E depois as organizações judaicas, escola de artes e ofícios, muito muito interessante. Um passado que eles estão agora resgatando, diz a exposição. Que termina com uma foto aérea tirada pelos ingleses, fora otomanos. O mandato inglês foi tão tão curto.

Uma coisa que fica clara com as fotos é que essas cidades todas eram minúsculas antes dos ingleses. Mas pequeníssimas mesmo. Apenas nesse século é que o país decola. Não compensa pra ninguém dizer isso, por causa das discussões dos vínculos. Mas era tudo muito modesto, arcaico. Lembrei do tio Jaime: mas me diz uma coisa: onde fica então essa Palestina?

De volta para Tel-Aviv, trem com ar condicionado. Banho, deitar um pouco, dar uns telefonemas me despedindo. E aí lembrar de ligar para a ElAl e ver como tinha ficado aquela lista de espera para o dia 31, que ela me disse que a chance era mínima, então meio que deletei da cabeça. Mas a dois dias de voltar achei melhor checar. Bom, daquelas histórias que minhas sobrinhas vão dizer “ai, só mesmo a tia Lõ…” Minha reserva passou para dia 31. A essas alturas eu queria? Já queria voltar? Sei lá. Lembrei do Gé que deu uma festa em Berlin de despedida. Despedida dos amigos que ele não queria mais ver, pois ainda ficou na cidade uns anos. Então tenho três dias assim meio à toa, já despedida. Fiquei feliz, presente da ElAl. Três dias à toa, com crase ou sem, não sei. Vou blogar hoje e amanhã, mas nesses três dias a mais vou ficar no limbo. Na moita. Meus dias. Quinta à noite, que é dia de sair, e até Yom Shishi, meu dia preferido. Já estou com o Time Out Israel em inglês.

À noite, café com meu amigo do banco e espetáculo de dança, pois com a barreira da língua teatro não rola. Dança indiana, legal, na Vila Madalena. Num Sesc daqui, numa antiga escola de meninas do tempo do mandato, acho. Ganhei presente! Engraçado como agradei aqui. As pessoas me ligam cobrando, puxa, você sumiu! Gostoso.

Então, para os amigos e família: chego no domingão de manhã. No mesmo dia vou para Marília, que segunda tem batente. Fico até quarta; chego na quinta pela manhã, se Deus quiser. E, de certo modo, também vou me despedindo de vocês que acompanharam essa viagem cheia de coisas…

ps. esqueci de contar, mas as lembranças dos atentados terroristas do início dos anos 2000 estão muito presentes em haifa, em Tel-Aviv. As pessoas apontam um lugar e dizem: aqui houve uma explosão num ônibus, tantas pessoas morreram, minha mãe quase pegou esse ônibus. Aqui nesse café uma mulher se explodiu. Aqui nessa rua morreram tantas pessoas, etc. Em alguns lugares há placas indicando.

Anúncios

Uma resposta em “Haifa, dia 25

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s