Justificativa ao contribuinte

Meu salário como professora da UNESP é o básico da categoria doutor, ou seja, um salário razovável com o qual se vive sem luxos. O valor é público. Mas hoje não fiz juz a ele. Não dei aula. Então queria me justificar, já que quem paga o meu salário é você, contribuinte paulista. Para não perder muito tempo, vou chupar essa tabela que fiz na última greve: https://helopait.files.wordpress.com/2007/06/custounesp1.jpg. São mais de mil reais por ano que cada paulista deixa com o governo do Estado. Desses, quase cem reais vão para as universidades. A Unesp fica com um quinto.

Se a gente dividir o gasto total da Unesp pelo número de professores, vai chegar a 270 mil reais por ano. Claro que apenas uma parte disso chega aos salários dos professores, pois há outros custos. Mas o custo por professor, por definição, é esse. Damos, no geral, 5 cursos por ano. Novamente, apenas parte de nosso tempo é dedicado às aulas. Mas uma importante função da Unesp é a formação de jovens, então a conta não é absurda. Então cada curso custa 50 mil reais. Garanto que procuro fazer juz a esse valor, propondo assuntos novos e novas metodologias, às vezes acertando e às vezes errando. É isso mesmo, 50 mil reais? Wow, parece muito!

Na verdade, pensando bem, o número é muito alto mesmo. Vale? O contribuinte que me diga. Enfim. Hoje não dei aula. Então foram 3 mil reais no lixo. Eu estava lá, fui na sala e tudo, mas os alunos não vieram. Por quê? Greve, bandeijão, reajuste, decreto, moradia? Paralização docente? Solidariedade? Penetração de ideologias? Greve dos transportes em Marília? As pessoas não fazem as coisas porque não querem, é o que aprendi depois de 20 anos estudando a ação humana. Não vieram pois não queriam vir a aula. Me deprime pensar isso, pois qual o sentido da educação, então?

Mas estou aqui, bati ponto. Marquei presença. Fiquei até às 8:40 na sala, cuja chave fui buscar por aí. Botei recado na porta dirigindo os alunos à minha sala, caso queiram tirar dúvidas. No mais, o que eu posso fazer?

Anúncios

5 respostas em “Justificativa ao contribuinte

  1. Olha, pra não dizer que não falei de flores, conversei com vários professores sobre a Universidade, sugeri uma leitura para uma colega, um aluno veio me mostrar o site do grupo de pesquisa que mantém com um colega meu, e eu pude lhe mostrar minhas propostas para a Unesp. De modo que, digamos, você foi tungado hoje em apenas 2 mirréis.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s