Ode a Anchieta

Ubatuba. A chuva cala
o som potente
das rádios funk.

Ubatuba. A chuva limpa
calçadas e fossas
até o mar.

Ubatuba. A chuva põe fim
ao bafo quente. Ar condicionado,
IPI reduzido.

Ubatuba. Tarde enjoada
esperando o chaveiro;
no final vomitei.

Ubatuba, ah Ubatuba…
Abençoado Anchieta! – Padre? Anjo? Rodovia? –
que subiu a serra, e criou São Paulo.

Anúncios

2 respostas em “Ode a Anchieta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s