Ao som de ABBA

Acordei hoje ao som de ABBA. “The winner takes it all” era a trilha sonora de um sonho, onde eu estava novamente na faculdade onde dei aulas no ano passado nos EUA. Só que o lugar parecia mais uma fazenda, com ovelhas, montanhas, minha família visitando. Coisa de sonho. Eu corria em câmera lenta e encontrei as dirigentes da faculdade.

Aí me deu na telha não falar em inglês com elas. Decidi, no sonho: vou falar só português. Inglês, só na sala de aula. E assim foi.

A idéia não era original, pois no dia anterior tinha escutado a seguinte história:

Um canadense nascido no Brasil vai ao consulado pedir passaporte, pois quer voltar à terra natal depois de 3 décadas fora. A mulher olha seus documentos e pergunta antipática: “Mas você é judeu?” Ele responde: “Não falo português. Fale comigo só em inglês.” Ela vai para dentro, e reclama com o superior que havia um judeu pedindo passaporte brasileiro. O superior diz para deixar com ele e atende o moço normalmente.

Então, é isso: em certos momentos, o melhor é dizer que não fala a língua. Ou, em português, “dar uma de Mané”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s