Isso caracteriza orientação

“Professora, queria saber se a senhora pode me dizer o que acha do meu projeto antes de eu entregar, ou se isso caracteriza orientação.”

Eu contornei o motim, mas as críticas sistemáticas continuavam e eu já considerava jogar a toalha. Então a pergunta humilde da aluna, seguida a uma semelhante colocada na site, me fizeram pensar. Não bem pensar; mais assim lamentar mesmo.

Então não podia caracterizar orientação? O que eu fazia ali além de caracterizar orientação? Que tipo de abuso intelectual haviam sofrido, para achar que o professor não pode caracterizar orientação?

Eles já haviam relatado alguns abusos: absenteísmo, notas aleatórias, depreciação de suas opiniões. Como leões com espinho no pé, rugiam.

Imaginei a cena: um aluno perguntando ao professor como faz alguma coisa. Sei lá o que. Como pesquisa, como faz entrevista, como interpreta; enfim, essas coisas que faz todo estudante. O professor dizendo o absurdo com palavras pomposas: “Ah, olhe só, não posso lhe dizer isso; caracterizar-se-ia orientação!”

Claro, eu havia dito que os trabalhos seriam acompanhados passo a passo. Claro, o site estava disponível exatamente para isso. Mas há coisas que a gente não escuta, não acredita, pois, afinal, isso caracteriza orientação.

Anúncios

2 respostas em “Isso caracteriza orientação

  1. Helo,Pode ser uma coisa mais formal, talvez ela tenha um orientador, não estão em ano final? Pode ser uma cautela política, daquelas que a gente não teve, mas é bom ter. Ou não?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s