Um professor se vai

Morreu hoje um professor meu, que me deu aulas de psicanalise e filosofia nos anos 80, la na cinemateca em pinheiros. Deu tambem umas outras disciplinas que eu nao sei o nome, daquelas que acabam sendo as mais importantes. Nao e meu primeiro professor que morre, cuja perda me faz ser um pouco menor, um pouco maior.

Ele nao estando aqui, tenho eu alguma obrigacao adicional, algo que eu tenho que incluir agora nos programas?

Vontade de fugir de suas aulas, vontade de nao saber o que e que tem no ovo da serpente. Aula ruim.

Aula boa: Sonata de Outono, a filha esperando o intervalo do ensaio de piano como eu esperava os intervalos das aulas particulares. Bom se ver retratada, bom poder se enxergar, de longe, aprender o que e cinema.

Muitas, mas muitas aulas. Sair rindo de uma exibicao de Persona em Nova York, rindo um pouco desvairada, sem saber por que.

Sair desconcertada de uma producao para a televisao sobre um casal idoso e amargo. Demorar 20 anos para compreender o relogio sem ponteiros. Aula dificil.

Anúncios

Uma resposta em “Um professor se vai

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s